PLURALIDADE E ELETROPOSTOS

A FAPDF deu posse aos membros de seu novo Conselho Superior. Segundo o presidente da FAPDF, Alexandre de André dos Santos, a nova composição dos assentos do Conselho “está bem mais pluralizada, democrática”. Ele definiu o Conselho como espaço qualificado de reflexão dos rumos do DF. “Não se muda a matriz econômica se não aproveitamos os produtos daqui, com a base tecnológica da região”, disse. Para ele, Brasília tem potencial para estar, em cinco anos, entre os primeiros polos de inovação na área ‘governo-tecnologia’.

Representando o setor produtivo empresarial, Ricardo Caldas agradeceu ao novo governo por abrir mais espaço na FAPDF aos empresários locais. O Conselho garantiu mais assentos ao setor. Caldas disse que espera que haja mais interação entre a UnB e as escolas particulares junto com as entidades produtivas, “para que venham mais rapidamente os novos produtos”.

O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Gilvan Maximo, mostrou otimismo em relação ao fomento de pesquisas apesar da burocracia excessiva, que trava o andamento dos negócios. “Precisamos de mais dinheiro e de encher a FAPDF de projetos”, disse. O secretário anunciou, em primeira mão, publicamente, que a BMW vai doar 26 carros elétricos para o GDF, para uso dos secretários locais e uso compartilhado de servidores da Esplanada dos Ministérios. Com isso, Brasília também terá seus primeiros ‘eletropostos’. Outra boa nova é que empresários e agentes públicos presentes ao evento confirmaram que esforços estão sendo acelerados para que realmente, nesse governo, o ‘parque tecnológico’ saia do papel.

O Conselho Superior da FAPDF, entre outras atribuições, vai determinar o destino dos recursos para a ciência e tecnologia no DF. O Conselho terá representantes de várias entidades, entre elas EMBRAPA, SEBRAE, FIBRA, SBPC, EMATER, JARDIM BOTÂNICO, GDF, BIOTIC, UnB, CODEPLAN, FEPECS e SINDEPES/DF.

Os representantes dos mantenedores de ensino superior particular no Conselho são: Beatriz Maria Eckert-Hoof, reitora da UDF; e Márcio Pereira Dias, diretor executivo estratégico da UBEC.

Back to top